search instagram arrow-down
Eduardo Merino

Em nome do pai.É assim que começa uma das orações mais comunicadas em todo o mundo (Mateus 6:9-13).

A palavra pai deriva do latim pater, representando o líder, o gerador, o protetor. 

Em numerologia a figura paternal está representada pelo número 1. O pilar, o alicerce a força. 

O pai é um escudo protetor imenso. Uma rede visível até à independência e invisível até ao fim das vidas. 

Socialmente o “pai” será relembrado em todas as situações que representem submissão, autoridade e proteção.

Por isso vamos sentir o pai no professor, no bombeiro, no chefe ou no líder do nosso grupo de amigos. A forma como lidamos nessas situações será claramente uma refração, da forma como a vivemos enquanto filhos.

A paternidade apresenta-se na vida de um homem, como o seu grande marco biológico. A sua passagem de testemunho genético é essencial à sua razão de existência. Por isso é um sentimento tão intrínseco e forte. 

Um homem transforma-se com as suas crias e com elas aprende a amar como nunca, aprende a sofrer e principalmente aprende que há uma vida que para ele vale muito mais que a sua. 

Os filhos são uma espécie de cura, de upgrade, as peças de um puzzle que um dia não conseguiu terminar. Essa será uma das razões para os pais viverem as vidas dos filhos muitas vezes como se fossem as suas, colocando nelas os seus sonhos e os todos os medos.

Continuem, estão a fazer um bom trabalho. 

Obrigado por tudo!

Deixe uma Resposta
Your email address will not be published. Required fields are marked *

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: