search instagram arrow-down
Eduardo Merino

O mínimo que te exijo hoje, é o máximo que me pediste ontem.

E se em algum dia o teu engano chegar, ou a tua atenção faltar, não fujas ao perdão, com desculpas de quem nunca se fez gente.

Porque só serás falta de alguém, quando pelo menos um sonho criares.

Olha por hoje esse espelho que te vê grande, e percebe que de Deus só se imagina e sente.

E quando te sentires em nada, é o universo a empurrar-te para o fim de tudo, ou para início de sempre. Isso só depende de ti…

Se foi para o início, e ainda por aqui estás presente, a lágrima da humildade te dará um novo agora.

Custa muito ser só por nós em corpo, porque obriga a não fugir do medo.

Mas ergue-te numa palavra que é tua sempre com rosto.

E o teu grande orgulho será quando essa palavra que te sair pelos outros, em teu suor já foi criada.

Deixe uma Resposta
Your email address will not be published. Required fields are marked *

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: