search instagram arrow-down
Eduardo Merino

Nunca uma luz me fez abrir tanto os meus olhos, do que os teus piores dias de nevoeiro.

E nunca uma batalha se fez tão forte, como aquela que por ti nunca perdia.

Desapareço-te com o que não pensavas que dava, e faço-te vibrar com o que achavas que não querias.

Sem nunca te ter pedido, tu surges com o que sempre sonhei, e sem nunca me teres gritado, eu finalmente ouvi a paz pela qual sempre lutei.

Deixe uma Resposta
Your email address will not be published. Required fields are marked *

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: