search instagram arrow-down
Eduardo Merino
Há algo sempre comum à tristeza – a DOR.
Aquela DOR que encolhe os corpos, que os enruga e entorpece.
As mãos perdem as FORÇAS, os músculos enrijecem e os ossos crepitam.
A tristeza é uma memória que se grava no tempo, na carne e no nosso cérebro.
Esse trauma que nos colocou à prova, agora testa a capacidade de sobrevivência.
Quando toco um corpo triste, normalmente ele está FRIO.
Quando toco um corpo triste, normalmente ele está tão LONGE.
É como se o corpo escondesse a sua essência, bem lá no fundo daquela carcaça.
O início da consulta é um RESGATE. Um resgate cuidadoso com as palavras e subtil no toque.
Tudo é delicado e os pequenos detalhes podem fazer a diferença. Nesta fase a maior INFORMAÇÃO está no comportamento espontâneo e nos pequenos gestos.
Mas aos poucos uma nova OPORTUNIDADE se vai permitindo. Surge a partilha, o toque e o sangue começa a fazer o seu trabalho.
A informação flui, os sentimentos fazem sentido e o corpo ganha de novo FORMA.
Aquela distância entre o corpo e o sentimento, é aos poucos recheada de novas oportunidades, ideias e propósitos.
A compreensão relaxa, o fazer sentido revigora e um novo propósito enche o corpo com novas forças.
É tempo de perceber que o hábito ajuda a descansar, que o primitivo ajuda a sobreviver, mas é na robustez da resposta que ditará o que seremos de novo.
O que fez DOER nunca sairá da memória.
O que fez chorar, nunca deixará de ter acontecido.
Tudo isso faz parte do que fomos até HOJE. É a nossa história.
A grande vantagem é que a tudo isso se soma ao que vamos fazer AGORA. E esse agora, só a nós pertence.
Basicamente a minha consulta é entre a DOR e o AGORA.
Esse é o meu intervalo de tempo. É aqui que me concentro e coloco todas as minhas FORÇAS.
É um bocadinho eu sei, mas é o meu bocadinho na vida daquelas pessoas.
E aquele bocadinho para mim, é o mais importante do MUNDO.

2 comments on “Entre a DOR e o AGORA

  1. Boa noite Eduardo, gosto muito de ler seus artigos, muito bons… “Espelho”, sensacional! Reflexivos! Grande abraço, Miriam Carmignan, Blog Buscando o Sol

    Gostar

Deixe uma Resposta
Your email address will not be published. Required fields are marked *

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: